Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Home Sweet Home

Este blog é o nosso reflexo. Conheçam as nossas aventuras, os nossos projectos, conheçam-nos a nós.

Home Sweet Home

Este blog é o nosso reflexo. Conheçam as nossas aventuras, os nossos projectos, conheçam-nos a nós.

#yôga friday ... prendermo-nos à nossa liberdade ღ

A liberdade é o nosso bem mais precioso. 

Ter liberdade para amarmos quem quisermos, ter liberdade para viajar e conhecer novas culturas, ter liberdade para praticar os nossos valores e ideais...

Ter liberdade acima de tudo para sermos nós próprios. 

 

No amor essa liberdade é ainda mais importante, ter capacidade para dar liberdade ao outro para se expressar, para nos dizer o que sente, o bom e o mau....

E em tantos casais é essa liberdade que mais rapidamente se perde, porque não queremos magoar, porque não queremos chocar... É preciso muita coragem para exercer o nosso direito a liberdade e aceitar a liberdade dos outros e fazer a relação funcionar. 

A comunicação é a chave de tudo. 

 

Aceitando que todos somos diferentes, com características e particularidades diferentes dá-nos liberdade para sermos nós próprios e ainda para deixarmos os outros serem quem são. 

Esta flexibilidade nem toda a gente a tem, infelizmente...

Mas o Yôga ajuda, não pensem que nos dá só flexibilidade no corpo, dá-nos ainda flexibilidade na mente. 

 

Dá-nos acima de tudo liberdade para irmos onde quisermos e quando quisermos, basta fechar os olhos, respirar fundo e mentalizar.

Dá-nos a liberdade para nos conhecermos a nós próprios, para nos perdoarmos, para sabermos quem somos na nossa verdadeira essência e a partir daí trabalharmos o que quisermos alterar...

Dá-nos a liberdade para sermos pessoas melhores se for esse o nosso objectivo...

Dá-nos a liberdade para testarmos os nossos limites, e ir além deles... Quebrar as barreiras psicológicas.

O Yôga dá-nos a liberdade para pensarmos de formas diferentes e termos mais empatia com os outros e connosco. 

 

O que poderemos nós querer mais esta sexta-feira se não ser livres em toda a nossa plenitude? 

Por aqui isto já é um bom karma para o dia.