Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Home Sweet Home

Este blog é o nosso reflexo. Conheçam as nossas aventuras, os nossos projectos, conheçam-nos a nós.

Home Sweet Home

Este blog é o nosso reflexo. Conheçam as nossas aventuras, os nossos projectos, conheçam-nos a nós.

Sair do anonimato?

 

Iniciei este blog em modo ninja...

Ninguém sabe ainda alias... além do "Carl" e de duas pessoas com quem me dou muito bem...

Adotei a Ellie e o Carl, porque desde o filme UP que este casal me apaixonou! Já vos disse o quanto me apego a personagens de livro, com este filme aconteceu o mesmo...

Este aniversário ofereceram-me uma casinha decorada com balões a encarnar a casa do UP e eu amei de paixão! Para verem como de facto é algo que gosto muito.... 

 

Esta semana no entanto este pensamento tem sido recorrente, o anonimato que mantemos... Fará diferença para quem lê?

Fará diferença saber quem está por trás do nome de Ellie? A pessoa verdadeira, de carne e osso? 

Tento colocar-me na vossa posição e penso, realmente os blogs que leio mais são de pessoas que sei quem são, nome, profissão, assumidissimas... Seráque um dos fatores é mesmo esse? se fosse anónimo ou com um "alias" como eu faço, faria diferença para mim?

 

Tenho muito orgulho neste meu pedacinho de mim que a brincar a brincar já fez... fui ali ver a data do primeiro post e nem tinha noção de que tinha começado a 6 Julho, ou seja, já com 4 mesinhos... Há blogs com muitoooo mais tempo pois claro, mas o meu é o meu!

Não que esconda alguma coisa de mim, mas dei por mim a pensar até que ponto estou a 100% comprometida com o que escrevo com o que crio aqui se assino "Ellie" e não...Pois... o meu nome verdadeiro...

 

Na vossa opinião isto de me "esconder" atrás de um nome e da foto de uma personagem (super amorosa mesmo assim) faz diferença? Opiniões nuas e cruas por favor!

 

 

 

A música também Inspira...

E esta conquistou-me assim logo no inicio...

Não posso dizer que tenho um gosto particular de música, ouço música clássica como ouço Nelson Freitas ou Anselmo, como ouço Yiruma...

Não gosto de ser limitada! :)

Esta tem a particularidade de me fazer querer dançar e isso é o que se quer... Tem me acompanhado nestes dias mais complicados no trabalho...