Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Home Sweet Home

Este blog é o nosso reflexo. Conheçam as nossas aventuras, os nossos projectos, conheçam-nos a nós.

Home Sweet Home

Este blog é o nosso reflexo. Conheçam as nossas aventuras, os nossos projectos, conheçam-nos a nós.

Isto das Pressões Sociais...

86bdd4fe95a0fe576372c65acf5acbcc.jpg

 

Ontem em conversa com uma amiga percebi a magnitude deste problema...

Gerir o que eu espero de mim, o que o Carl espera de mim, o que os meus pais esperam de mim, o que os meus amigos esperam de mim e até o que a sociedade espera de mim não é uma coisa fácil...

 

Se a pessoa tem o mesmo feitio complicado que eu tenho e do qual já aqui falei, pior ainda. Com a mania da perfeição deixo-me apanhar no turbilhao de ansiedade que é gerir todas aquelas expectativas inumeradas acima e coisa fica muito pior... E pior ainda é gerir as expectativas que eu construo e alavanco em mim própria. 

Gosto de ter objectivos sou uma pessoa muito orientada para eles, mas dei por mim a ouvir de mais o que os outros dizem e pensam sobre a minha vida... Dei por mim com medo das perguntas inconvenientes sobre nós "então a casa?" "então os bebes?" "ahh voces são a seguir" e sobre mim "ah e porque não te deixas acomodar no sitio onde trabalhas?" "porque queres mais?" "aí tens segurança"... E a confundir as pressões sociais com os meus objectivos. 

Claro que quero viver junta, ter filhos e por aí fora... mas quero fazê-lo quando eu estiver preparada e o Carl também... Não quando os outros acharem que deve ser. 

 

E um dia veio tudo ao de cima, toda a pressão, todos os comentários, todas as frases que as vezes até são ditas em momentos que a outra pessoa não está bem com a vida dela e deposita em mim aquele negativismo... tudo isto que estava enfiado no saco e quando saiu não foi bonito. Não foi bonito e foi extremamente doloroso para mim. E não gostei de me sentir assim, nada mesmo. 

 

A partir desse dia decidi... vou começar a fazer mais por mim, mais aquilo que gosto e me dá prazer, preocupar-me menos com o que os outros precisam... Ser um bocadinho egoista.

Consegui? Bem não é um processo fácil... mudar mentalidades com 28 anos de raízes, mas estou melhor! Não me preocupo tanto com o que devia estar a fazer mas mais com o momento em si. 

Se é tarde azar amanhã durmo um bocadinho mais ou levanto-me com olheiras, se estou cansada azar arranjo sempre um bocadinho mais de energia...

Mas o maior compromisso é com a minha saúde... Escolhi ontem o dia para ir buscar a minha bicicleta eliptica.. A chover torrencialmente... a minha sorte é que o Carl é um anjo... um santo... (vês... está aqui escrito para referência futura) e me ajudou... Mas nisto de reforçar o compromisso comigo mesma, senti que se não foi a chuvada de ontem que me impediu já não é mais nada! E que deve ser uma benção. Quero perder no minimo 20 kg mas não estou bem comigo mesma e no dia em que percebi isso entornei o caldo... E aí meti na cabeça acabou. Além do peso quero ficar mais saudável e não tratar o meu corpo com tanto desrespeito.

A Sónia inspirou-me, não fazia ideia que uma Mulher poderia correr a maratona começando a correr acredito que foi há 6 meses ou pouco mais... admiro-a muito.... 

Agora é implementar o mesmo na miha vida e esperar ficar tão jeitosa quanto ela! 


Voces podem ser os meus melhores amigos nisto, incentivando perguntando, enxovalhando-me publicamente se começar a falhar... E é isto ceder a pressões sociais? Nop, isto é por mim é pela minha saúde...

Quanto ao resto... 

Vou passar a viver mais com uma única preocupação "Estou feliz?" Enquando a resposta for positiva é porque estou a fazer alguma coisa bem.