Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Home Sweet Home

Este blog é o nosso reflexo. Conheçam as nossas aventuras, os nossos projectos, conheçam-nos a nós.

Home Sweet Home

Este blog é o nosso reflexo. Conheçam as nossas aventuras, os nossos projectos, conheçam-nos a nós.

  • Sinais ou coincidências?

    Desde pequena que sonho com finais do mundo, desde guerras nucleares, invasões alienígenas, terramotos.. Todos os cenários apocalípticos já os vivi múltiplas vezes nos meus sonhos.

     

    Sou a maluquinha que gosta de ter planos de fuga desenhados e bens em casa que possam ser precisos...

     

    Mas agora, começo a ficar realmente assustada...

    Em menos de 24 horas três terramotos em áreas distintas do nosso planeta foram registados e todos fortes!

    Um vulcão em actividade no México e um super vulcão em Itália prestes a dar sinal também...

    O Trump, a Coreia do Norte e a história que não termina e que pode bem levar a guerra.

    Sem falar dos atentados e de todos os acontecimentos relacionados com uma "guerra santa" que não deveria existir. 

     

    Calamidade atrás de calamidade. 

    Sinais atrás de sinais??

     

    Já dizia o outro, atira um sapo para dentro de uma panela com água a ferver e ele salva se, mas se o deixares numa panela e fores aquecendo devagarinho ele fica lá até cozer.

     

    E nós? Estaremos lentamente a ver sinais das coisas estarem a ficar complicadas?

    Ou serão apenas coincidências?

     

    Num dos últimos sonhos que tive de uma invasão alienígena lembro me de gritar "foi preciso arranjarmos casa para o mundo acabar?? Que injusto!"... 

    Deixem nos por isso sossegaditos e a gozar a vida em conjunto... 

    Aguenta te planeta! 

    Eu mereço mais uns aninhos! 

     

    7158e131cc04829f141228bd865aa7d0.jpg

     

     

    O Inferno é no Metro de LX!

    Estou convencida que Dante se inspirou, por milagre e obra de viagens no tempo, no metro de Lisboa em hora de ponta para criar a sua melhor obra,  O Inferno de Dante.

     

    Ora vejam...

    Ir no metro logo de manhã, olhar para os pés de alguém e ver autênticas garras demoníacas, é como fazer cheat num jogo e ir directo ao último nível do inferno!

     

    Meninas se verniz normal já dura imensoooo nos pés imaginem gel ou gelinho...

    Se optam por fazer um ou outro, pelo menos durante o verão vão aparandooooo, limando, cortando...

    Alguma coisa que evite aquele crescimento que quando chega Setembro faz lembrar garras de gargulas que põe a um canto as de Notre-dame! 

     

    Por favor para vosso bem e nosso, não só pela questão estética da coisa mas de segurança!

    Se tropeçam e estão de sandálias pode ser fatal para outra pessoa, equivale a um ferimento de arma branca qual borboleta ou naifa...

    Fica o pedido!

     

    Partilhem os vossos cenários dantescos! Quero saber tudo!

    Cheira-me que com o regresso da multidão vou ter muitos mais cenários destes. 

     

    Marta

    Onde nasce a paz?

    Há muita gente que duvida dos efeitos das medicinas alternativas, ou da própria meditação.

    Chamam-lhe efeito placebo.. Mas e quando começamos a ver mudanças fisiológicas devido a essas práticas? Como justificam aí?

    Toda a gente sabe que eu faço meditação há cerca de 2 anos, nada muito complexo, mais no sentido de mindfulness...

    Estar presente e  consciente do que me rodeia, parece fácil certo?

    Vivemos logo estamos conscientes... Não! Errado!

    Quantos de vocês têm aquela sensação dos dias passarem e nem os verem? Com o ritmo do nosso dia a dia isso é comum e normal...

    Mas isso não é estar consciente. É sinal exactamente do contrário.

     

    As vezes por burrice passo uns meses sem fazer meditação, quando chego ao ponto de ter dificuldades em dormir aí volto.

    A minha mifit 2 ajuda a ter noção da qualidade do meu sono, e andava há semanas a dizer que a coisa podia estar muito melhor.

    Ontem voltei a meditar, 10 minutos,  antes de dormir... O meu sono profundo duplicou...

    Para quem não sabe o sono é composto  por ciclos, entre sono leve e sono profundo, em 8 horas de sono pelo menos metade deveria ser sono profundo... Isto porque é onde o descanso realmente acontece.

    Ainda não estou lá mas estou bem melhor do que estava. Andava a fazer 1h/1h e 20 hoje foram 2:10h.

    Com dez minutos de meditação.

    Contra factos não há argumentos, pode ser efeito placebo chamem o que quiserem a verdade é que fisiologicamente a diferença está lá. 

     

    Alguém que por aí sinta outros efeitos com a meditação?

     

    f1581ba0f95f475f62ab854885ed8bd1.jpg

     

    Acreditar!

    Acredito mesmo que atraímos o que merecemos mas também o que queremos, claro que sem esforço nada se alcança, mas a nossa energia ajuda também a atrair as coisas que queremos! 

     

    Se formos positivos, fizermos o bem, espalharmos amor... Recebemos ainda mais em troca. 

    Tenho esperança que isto seja verdade e enquanto conseguir acreditar, vou manter o espírito positivo. 

    Será fé? Talvez...

    Mas para prevenir vou fazer o esforço adicional, não gosto que as coisas fiquem fora do meu controlo. 

    E depois acreditar... 

     

    8fef2f79f1c181686a252a0621bececa.jpg

     

    Amanhã é uma nova oportunidade.

    Hoje estou de mau humor...


    Não tenho palavras bonitas e fofas para escrever, apetece-me como já no passado aqui disse, refugiar-me no mundo maravilhoso das coisas bonitas, das ilustrações da Disney, de vestidos de casamento, de coisas que em aquecem o coração.

     

    Não é preciso haver motivos para às vezes estar assim, um céu cinzento, um sonho mau... O cansaço. 

     

    Para quem já teve uma depressão diagnoticada o mais assustador é sem sombra de dúvida estes dias, o medo de que ah está a voltar...

    Mas parte de sair de uma depressão é efetivamente aceitar que estes dias acontecem e sempre irão acontecer. 

    Como vêm é sem sombra de dúvida, na melhor expressão de língua portuguesa, uma pescadinha de rabo na boca. 

     

    No meu caso a depressão veio, ficou, tratou-se e foi-se. 

    E espero que não volte. Mas para uma pessoa positiva como eu, foi duro. 

    Imagino para pessoas que na sua natureza não têm esse optimismo. 

    Para elas muita força. 

     

    Hoje é um dia menos bom, mas compensa ter a família que tenho, o eterno namorado do meu coração e cabe-me a mim rodear-me do que me faz feliz, especialmente nestes dias, para que fique melhor.

     

    E amanhã será um novo dia. 

     

     

    Amar-te... A maior aventura de sempre.

    Escolho amar-te todos os dias...

    Nos dias em que me enches de mimos e carinho.

    Nos dias em que acordas rabugento e reclamas pelo ar que respiras.


    Já aprendi que nessas alturas viro costas e respiro fundo, conto até 30.000 e espero que passe. 

    Custa muito, mas já aprendi.

     

    Escolho amar-te quando estamos felizes, naqueles dias mágicos, mas também nos dias em que temos limpezas para fazer e estamos acabados de tanto cansado.

    Quando me fazes o jantar, ou quando cozinho para ti. 

    Quando me dizes que me amas e quando me enxotas porque estás cansado.

    Quando és teimoso, ou quando dizes alguma coisa só para me dares razão porque sabes que também sou teimosa. 

     

    Escolho amar-te porque sei que és a melhor aventura da minha vida e que como tal nada é estático, tu mudas, eu mudo... A nossa dinâmica muda...

    Mas o meu sitio preferido do mundo é e sempre será o teu ombro, aquele espacinho milagroso onde todos os problemas desaparecem. 

    Escolho amar-te porque nos momentos negros és tu que me obrigas a respirar...

    Porque nos momentos bons és tu que estás lá para partilhar comigo, e dar-me força e motivação para me superar ainda mais. 


    Escolho amar-te porque és tu.

    E porque quero apaixonar-me por ti todos os dias da minha vida. 

     

     

     

    Ellie & Carl #21

    Nós ao domingo acordamos tarde, a não ser que o mundo esteja a acabar, que algum de nós não se esteja a sentir bem... acordamos tarde. 

     

    Domingo * 8:45 da matina * Ouve-se uma batida no nosso quarto da Casa.

    Eu muito ensonada: Sim Sim que se passa???

    * Entra pelo quarto, ao colo da sua mãe, a coisa mais linda deste mundo agarrada à sua Ritinha (o peluche que a acompanha desde que nasceu) e de chucha e fraldinha na mão * : Ela acordou a pedir pela tia...

    Eu estendo os bracinhos faço espaço na caminha e lá vem o embrulho da pipoca para ao pé de nós, Ritinha pois claro incluída... 

    Pipoca: xuk xuk xuk xuk xuk ( o som daquela chupeta a ser sugada... é um dos mais familiares que tenho dela)

    Pipoca, passado uns minutos já mais desperta: Tia sonhei contigo...

    Eu: Então querida, que sonhaste?

    Pipoca: Que estavas a brincar comigo à plasticina (ela adora a plasticina....).

    Carl: Sim sim diz-lhe isso que ela ainda fica mais babada ahahah.

    Eu: Oh meu amor então quando levantarmos brincamos mais um bocadinho se quiseres.

    Pipoca: Agora quero aninhar mais um bocadinho...

     

    E lá ficamos os 3, ela no meio de nós os dois, de mão dada ao tio, a fazer nozinhos no cabela dela... ou no meu... vai alternando.

    E o meu domingo assim começou, cedo de facto, mas cheiooooo de doçura.  

    Sermos tios é sem sombra de dúvida um dos melhores privilégios deste mundo... 

     

    9bab5f127a0d8b6dc4c5ff1e4cd93c41.jpg

     

     

     

    Mãos à Obra #37

    Tenho imensas penas de um pavão que tivemos durante uns tempos.

    Há duas semanas roubei algumas delas para usar na decoração da sala e apoveitar aqueles tons lindos de azul, verde e dourado, e claro está perdi-me no Pinterest à procura de ideias para a decoração. 

     

    Algumas delas, são muito simples como telas com as penas, ou molduras. 

    Gosto também dos ramos em que organizamos as penas e fica simples mas muito bonito. 

    E estava a pensar também num espanta espírito nestes tons... mas este é mais complicado. 

    O espanta espiritos acho que ficaria lindissimo, maiorzinho para estar numa parede mas a execução é mais dificil. 

     

    O que acham que fica melhor?

     

     

     

     

    Os malvados 30.

    Este mês é o que antecede o meu 30º aniversário. 

    Ufa... custa escrever ali aquele 3 antes do zero. 

     

    Na minha cabeça continuo uma gaiata de 23 anos, não sei bem porquê os 23, mas é essa a idade que escolhi para mim. 

    E chegando a esta meta, que para mim está a revelar-se como aquelas idades que mexem connosco, repensamos tudo.

    As nossas prioridades, os nossos objectivos... 

     

    Neste momento e desde que vim de férias que é muito claro o que quero para o meu futuro...

    E comecei ontem a trabalhar para atingir esses objectivos. 

    Veremos se dentro de uns meses os frutos são visíveis. 

     

    Claro está que não sou de ficar parada, posso estampar-me no chão, ou contra uma parede de betão...

    Mas vou e tento. 

    Não é disso que todos precisamos? Coragem para perseguir o que queremos?

    Ir, e se der medo, ir na mesma!